sábado, 28 de maio de 2011

Guerreira....



Eva Markvoort é um blogueira canadense que nasceu com Fibrose Cística, isso significa que sem um transplante de pulmão ela precisa se revezar entre o hospital e uma vida cheia de limitações fora dele. Ela criou o blog 65redroses em 2006 e sua intenção era desabafar e compartilhar coisas que as pessoas ao redor dela não compreendia e para isso ela se comprometeu a ser sincera até o osso, algo que não foi fácil de cumprir, mas ela conseguiu. Não teve medo de expor a sua visão sobre a vida, de postar fotos chorando, sangrando, feia, magra, descabelada, cheia de tubos, cicatrizes, com uma mascara de oxigênio e vídeos tossindo até vomitar.

Suas palavras era do ponto de vista de alguém que vê tudo pelos cantos e experimenta tudo pelas beiradas, alguém que vive na vontade e tem tempo para analisar o que uma pessoa perfeitamente saudável não tem. Mas ao invés de se lamentar e se entregar a situação ela se comportou como uma verdadeira guerreira, não se conformou com a doença, se concentrou no que podia fazer e lutou para fazer a diferença no mundo e garantir que no futuro ninguém mais sofresse com essa doença. Aceitou ser protagonista de um documentário sobre a espera pelo transplante mesmo sabendo que corria o risco do documentário terminar com um funeral.


Enquanto uns invejam casas e carros, Eva só queria um fôlego, para viajar, trabalhar e aproveitar a vida com a família e amigos. Ela conseguiu, aos 23 anos durante a gravação do documentário 65_RedRoses descolou dois pulmões novos e ganhou o fôlego que precisava para viver a vida como uma jovem de 20 poucos anos, no seu primeiro post após a cirurgia ela fez uma promessa: "eu não vou desperdiçar nenhum fôlego"
A maioria dos jovens da minha idade não valorizam a vida. Eles pensam que o mundo os deve felicidade e não assumem a responsabilidade pelo próprio senso de propósito da vida. Eles reclamam que estudar é difícil, que não sabem o que querem do futuro e que o trabalho é uma droga. As vezes eu quero sacudi-los e gritar "Você pode fazer O QUE QUISER!". Eles tem uma família maravilhosa, são sortudos o suficiente para bancar a faculdade e nada para impedi-los. Se você está entre os 20 e poucos anos há tantas opções. Você não tem responsabilidades, você pode viajar e trabalhar, você pode trabalhar com o que gosta. Eu não estou reclamando...ou pele menos estou tentando não reclamar. Eu vejo portas de oportunidades se fechando para mim e eu tenho cada vez menas opções sobre o que fazer a cada dia. Mas eu ainda escolho escolher. Eu escolhei focar na minha saúde. Me tornar uma jogadora na vida além do que só um subproduto do que aconteceu comigo ..."

"Eu ainda preciso ser criativa. Eu ainda preciso sentir que estou contribuindo para o mundo"

"Não importa a dor, o vazio, o medo...eu ainda TENHO que fazer ALGO!

Eu posso fazer isso. eu posso me sentir melhor por ser capaz de fazer algo. eu tenho que tomar um "fôlego" (hahaha...ligado no oxigênio) nos intervalos de algumas fotos mas EU POSSO FAZER ISSO. Tenho que focar no que eu POSSO fazer e não no que eu NÃO POSSO.

Eu ainda sou eu. eu posso criar e pintar e pensar e ajudar. "

"o sol está vertendo luz pela minha janela. eu abri um poquinho e eu posso sentir o cheiro do vento frio. Isso me lembra que estou viva. As folhas estão lindas esse ano. vermelho brilhante, amarelo e laranja. Eu estou viva"

"Eu me entrego a esses sentimentos de medo, que agarram o meu coração como gravinhas que me expremem dentro da escuridão.
Meu coração bate mais rápido, como de um pássaro caçado dentro de uma gaiola tentando encontrar uma saída, frenético para voar. Inspirando e inspirando mas nunca expirando, me sufocando com um ar seco

eu penso sobre o meu legado.

sobre fazer a diferença, deixar esse mundo melhor ou ter feito parte dele.

eu não vou ter filhos. isso deprime o meu coração mais do que qualquer pessoa possa imaginar. Um filho é uma forma de legado. É uma parte de você que vive além da sua pele. Filhos são um dom de imortalidade. O amor entre uma mãe e um filho é o laço mais forte e eu raramente adimito que ânseio por isso.

O que vai fazer de mim imortal?
deixei minhas impressões digitais no coração de quem?
Eu mudei esse lugar?
Eu fiz o suficiente?

"Só se lembrem que todos os dias eu acordo surpresa e agradecida por ainda estar viva"


"Eu tive três chamados forte - um pior do que o outro.



Minha familia não parou. Eles fizeram exatamente o que pedi para fazerem.

Eu pedi a eles que se isso [a morte] fosse acontecer que eu ainda não estava pronta. O dia provavelmente vai chegar mas não é agora. Eu quero que eles me ajudem a lutar! minha mãe gritou o tempo todo e o meu irmão sentou perto de mim e ficou segurando a minha mão e falando alto no meu ouvido, "não desista Eva! continue olhando para mim! vamos lá, você consegue...ainda não é a sua hora!... respire mais uma vez! vamos lá Eva! eu te amo". Daquela hora em diante os médicos manteram o equilibro para me manter desestresada (toda vez que eu recuperava a minha conciência a falta de oxigênio causava uma grante quantidade de ansiedade e eu não conseguia para de lutar fisicamente...o que não é nenhum pouco útil a essa altura do jogo!) e respirando. Eles tiveram que administrar medicamentos para me manter sedada. Eu posso escrever sobre isso agora que já passou e já estou respirando um pouquinho melhor mas até o dia seguinte do ocorrido eu tive problemas para falar a respeito quem dirá escrever e compartilhar com o mundo. Minha médica me disse que em 23 anos de experiência ela nunca viu alguém se recuperar de um estado como aquele. "
Eu estou naquele ponto em que estou farta de poesias.
Pedindo por ajuda
minha irmã está ajudando a escrever, aliás, me ajudando a escrever

os medicamentos estão se acumulando
eles estão fazendo o seu trabalho
eu estou supersaturada com remedios
na verdade eu estou sem ação médica por dois dias
os medicos começaram a retirar alguns medicamentos para ver se eu iria aquentar

eu não estou aquentando
não aquentando mesmo

eu estou me afogando em medicamentos

eu não consigo respirar

algo precisa mudar



[2 dias depois...]



"Nossa linda garota morreu nessa manhã as 9:30. Ela está em paz. Explicaremos melhor mais tarde."

PSIU: A CHEI A HISTORIA DESSA GAROTA TÃO TRISTE MAIS AO MESMO TEMPO MUITO FORTE PELA FORÇA QUE ELE TEVE......TEM VIDEOS DELA NO YOU TUBE QUEM QUISER VER E SO COLOCAR LÁ: Eva Markvoort, e tb fiquei sabendo que farão um filme da vida dela...!

Um comentário:

Alexandre Fernandes disse...

É realmente muito comovente de ler isso. Admirável a força de vontade desta menina. E precisamos nos espelhar nesta persistência, nesta luta em buscar mais fôlego para poder viver. É de fato um aprendizado para a vida toda.

Menina cheia de luz.

Beijo!