sábado, 10 de abril de 2010

Sobre minhas inquietudes....



Tudo é mistério fundo de flor e agonias...E ela escolheu a melhor sensação pra vestir o seu poema....
Assim dirigiu-se a ela: Quero que saiba que meus nervos não são de água e Eu fico aqui pensando se não somos tão carentes a ponto de não viver melhor sem alguém..? Serás...??
Então ela pensará assim: ahhh.. já soube muitas coisas além dessas. Só que esqueço rápido pois a gente numca jurou eternidade pois esta era algo sonhador entre nós dois.
Pois fico pensando nos nossos ajustes e nas nossas vontades que temos de sabedoria em meio a toda essa embriaguez da paixão. E eternizar tudo isso É muito perfeito..e irreal..
E ele insistiu em pensar: Não sabeis que mudei..? Ganhei um equilíbrio qualquer que me permite fazer coisas triviais sem que se consumir em pensar em você..
E ela estava apaixonada por aquela confusão...
Era só prestar atenção na atmosfera, nos gestos...Mas só tinha olhos pro novo viver que lhe era cobrado.
Não queria mais viver de ilusõess e amores utopicos ou mesmices que lhe feriam queria o intenso o inatingivél..
O foco naquele momento era dele talvez era a paixão do desfrutar apenas ou um talvez breve e intenso momento... ( ela queria momentos e ele também..)mais que fossem intensos.
E
ela pensara em seu pensar mais não deixava ele notar:
Entenda minha mansidão, queira-me intensa.... Perceba-me quando eu digo um sim dentro de um não e mesmo assim me insista me procure me deseja mesmo sendo dificil me entenda ..
E aquele instancia de pensamentos se vagavam em torno de tudo entre eles não sabiam nada daquela situação se somente seria uma leve embriaguez de paixão fingindo alegria ou apenas um instante de momentos e agora vivem essa inquietação.


PSIU:Essa tua voz tão mansa e esse teu jeito de entender dramas... me deixa louca sabia..sr um xero a você!

11 comentários:

Alex Rolim disse...

E o amor torna-se um drama. A esperança de que o amor não tenha acabado; e o pensamento invade o dia, a noite, o sonho... ahh, o sonho: a vontade de ver realizado tudo que foi planejado, de ter ao lado a pessoa que nos faz sorrir só de olhar, que faz a respiração mudar. O intenso é quem diz que não dá mais certo, que não tem volta, é quem ainda provoca ilusões.

C@urosa disse...

Olá minha querida Srtª Elis°, seus textos sempre reflexivos e poéticos. Eu cá com as minha inquietudes muito refleti calmamente...e para sempre o amor!

Paz e harmonia em sua semana,

forte abraço

C@urosa

Srtª Elis° disse...

pois é Alex....
tudo planejado mais nada concretizado.....srsr que pena né...
um xeroo e volte sempre!

caurosa meu caro....rs paz a vc tb!

Muitas Palavras disse...

nice blog! belas fotos...e textos...enchanté!

Dil Santos disse...

Oi Elis, tudo bem com vc?
Menina, lindo o texto, achei encantador e falar sobre o amor, sempre é especial, esplendoroso, quando é recíproco o sentimento.
Então, é bom pensarmos que viraram estrelas e estão olhando por nós.
Fico feliz que tenha gostado do meu blog, espero mais visitas suas por lá.
Desculpa a demora em vir, tava super corrido pra mim esses dias.
um bjo
:)

Tatiane Lemos disse...

Muito legal aqui amiga, valeu por seguir meu blog, sigo ja o seu tmb!
Amei aqui!

Srtª Elis° disse...

ahhh Dil...srs volte sempre uma graça sua foto de perfil..srs
E tati realmente teu blog e lindooo demais!!

Leo disse...

Ah! as inquietudes, são tantas.
de dia e de noite, sempre tem inquietudes.

Belo texto, gostei.
Um Beijo e bons sonhos.

Carla Rosenvelt disse...

Também tenho essa mania estranha de esconder 'sim' por trás de 'não'. E nós ficamos querendo que eles entendam, torcendo para não estarmos dizendo sim só para nós mesmas, não é? Adorei o teu texto e consegui entrar no clima das tuas expectativas. Em caso de não-ficção, desejo-te sorte.

Beijos solitários.

Srtª Elis° disse...

aHH Leo nem me fale dessas inquietudes....rsrs impera na minha vida elas..!
Carla..que bom que gostaste....e não ficção e minha vida em plena escrita..um xeroo!

Sarah Slowaska disse...

Ficou bonito, bem intenso. Consegui me identificar com muita coisa que está aí.

Um beijo ;)