terça-feira, 3 de março de 2009

Como se fosse a primeira vez


Não sei se ando com a mesma sidrome da driy:http://dreycka.blogspot.com/ mais ando muito muito nostalgica ultimamente. e para completar no domingo passado assisti o filme que amo demais como se: Como se fosse a primeira vez.
Como a maioria sabe, a história é um romance bem fofo, e apaixonate conta a historia de uma moça, Lucy (Drew Barrymore),que tem um pequeno - ironia - problema na memória devido a um acidente e acontece que ela se esquece de tudo após dormir, quando acorda só lembra do que ocorreu até o dia do acidente.
E o rapaz, Henry (Adam Sandler), é um cara que tinha a sua vida certa (certa como a nossa, entende?), mas se encantou por Lucy que mudou seus planos... Definitivamente.( ele se apaixona por ela....ahaha )
Neste filme, percebi a síntese de uma relação amorosa, ou melhor, de um verdadeiro amor digamos que com uma magia de vida . Não é qualquer rapaz que se prontifica a arcar com todas as "despezas" das complicações da mocinha. Mas, também, não é toda moça que se compromete a descobrir toda a sua vida dia após dia.
A atitude de Henry é admirável. Após perceber que era ela mesmo quem ele queria, correu atrás. Ele poderia, facilmente, ter desistido, afinal era muito dificil e complicado. Ele conseguiria achar uma mulher bonita, saudável e com boa memória. Mas ele se apaixonou e entendeu o destino daquele sentimento.
Interpreto Lucy (re)conhecendo sua vida todas as manhãs como a questão de se apaixonar todos os dias pelo seu amigo, parceiro, companheiro, homem, marido. E é nisso que está o casamento. Na confiança que Henry criou em não ter medo de perdê-la. Ele faria tudo o que fosse preciso. A certeza de Lucy de que iria se apaixonar todas as manhãs novamente por Henry. O amor renovado por cada simples gesto. Abraços e beijos.
É por essas e outras que quando falam em casamento de maneira ruim eu já, meio acanhada, digo que acredito, sim, em uma relação duradoura e fiel. Não como uma fantasia, mas como um desafio.
Se tivermos preguiça de amar e de conquistar... É inútil esperar que dê tudo certo.

6 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Não assisti ao filme, mas deve mesmo ser uma história linda! Você tem aparecido pouco, tente escrever mais, suas palavras fazem falta!

(marta selva) disse...

adorei o final aih do seu texto
muito verdade.
..e adoro esse filme!
;*

Felipe disse...

É TUDO QUESTÃO DE BOA VONTADE, DE VONTADE REAL DE ESTAR E CONTINUAR JUNTO. É O QUE FALTA HOJE EM DIA, JÁ QUE É TUDO MUITO FÁCIL...

Obrigado pelo comentário la no Presente! Tb to te linkando de te seguindo

Beijo

Toninho Moura disse...

Casar é legal! Já casei duas vezes..., por enquanto!

Caroline Gimenes disse...

Olá!
obrigada pelo comentario viu!adorei aqui, passarei a te visitar sempre que puder.Ah adoro esse filme,túdebão.

beijos :*

Daniella disse...

Gostei muito do blog e em especial desse post. Adoro o filme "Como se fosse a primeira vez"!