quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

A MENINA ...

E assim A menina tem seguido a sua vida. Sempre em frente. Dando passos hora curtos, hora longos. Ela tem pernas compridas, dessas bem torneadas. Nada de academia, tudo na base das idas e vindas.
Ela olha para trás as vezes. Hoje em dia ela olha menos que antes. É porque antes, ela precisava de muitas explicações. Como se ela vivesse de explicações. Agora não mais. Agora a menina vive de passos à frente, de iniciativas e vitórias.
Sabe que, muitas e muitas vezes, a menina cruzava os braços sobre a mesa e apoiava o rosto olhando para baixo, deixando as lágrimas provarem a lei da gravidade, pensando nas suas explicações e no seu passado, nunca muito distante.
O minuto anterior era um passado muito amargurado por esta menina Não que ela tivesse razão em pensar assim, mas também não excluo o fato de que ela metia (muito) os pés pelas mãos.

Essa aí aprendeu muito com a vida, com os acontecimentos e com pessoas. Hoje ela ensina...

Que mulherão! Essa é a menina . Daquela menina, hoje uma mulher. Dessas que não se pode chamar de guerreira, somente porque a vida, para ela, deixou de ser uma guerra.

Ela pode passar pelos mais devastadores temporais, pelos mais tenebrosos invernos, pelo calor mais insuportável, e provavelmente, ainda estará lá. Machucada, doente, com sequelas ou qualquer coisa que esses fenômenos possam causar. Mas fatalmente ela continuará lá. Isso porque ela tem vontade de estar lá.
Lá é um lugar só dela. Alguns passam, outros ficam, muitos se vão. Lá é um lugar que dizem sempre caber mais um. E cabe! A menina sabe que cabe!
O que alguns chamam de coração, outros podem chamar de memória. Está menina chama de auto-estima.
Bjs Elis.





8 comentários:

Andréia disse...

nossa fofa que post maravilhoso! e como vc relatou no post a auto-estima en vme no vento neh? vem com as experiências..

adorei beijão e bom restinho de semana

''[G]ü[R]ÿ disse...

oi Elis... td bem? .. ah, desculpinha por nao te visitar tão mtas vezes... mas pois bem, aki estou, e confesso... não li 'A Menina' por preguiça mesmo... mas queria dizer que não é nada contra vc ou tua escrita, é preguiça de ler mesmo, dps qlr coisa eu leio e comento de novo... e tb quero te agradecer por me visitar..ok? .. alohaaaa.. um xeruzão pra vc tb..kkkkk...

danisiinha disse...

ei elis....quem nao se viu como essa menina de suas letras né? em lagum momento todas as meninas são iguais , apenas meninas ....!
lindo , lindo seu blog! parabens...

Rafaela Abreu disse...

Que menina mais parecida com qualquer um.... você semrpe original...

AbraçO!

André disse...

e a cada dia voce se cobra cada vez mais pois a auto-estima necessita ser alimentada. e dificil manter mas com muito esforço e sem dar nada para o que os outros falam da para encarar.
www.puteirodoandre.blogspot.com

Drêycka disse...

Nina, tudo certo c vc?
Bjus

Toninho Moura disse...

É, e junto com ela, vocês vão longe! Beijão!

Rafaela Abreu disse...

eii, você tem orkut?
Se tiver, me add....


link do meu perfil: http://www.orkut.com.br/Main#Home.aspx