quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Soco no estomago...


Eu vejo um estável desequilíbrio entre aquilo que você diz e o que você pensa. Entre o que você quer e o que você busca.
Entre o que você faz e o que você deseja.
Você se mostra forte, no entanto, é tão vulnerável quanto qualquer outro ser humano. Também tem fraquezas, possui medos interiores que talvez ninguém entenda, porque nem você mesmo se entende.
Faz-se de fortaleza e se esconde atrás de máscaras de ferro, intransponíveis, mas no fundo, não passa de uma carência causada pelo abandono da inocência.
Você é a inconstância em pessoa.
Não consegue disfarçar o que sente.
É transparente demais e fica fácil perceber...
É só olhar pra você. Pro seu jeito de tratar.
Auto juiza de si mesma.... Basta saberem a hora certa de te tocar.
Eu vejo uma falta de conceito, de opinião.
Uma dependência frustrante de idéias opostas, muitas delas diferentes das que de verdade te importa.
Mas você aceita.
Amputa os próprios gostos. Abaixa a cabeça. Cala a voz da liberdade.
Esconde o rosto. Corta as próprias asas. Isso é crime. É autoflagelação. Machuca, fere, é uma decisão dolorida entregar aos outros o destino de sua própria vida.
Não vejo paz, muito menos sossego. Olha-te no espelho.
Aproxima, chegue perto do seu próprio eu.
Você mesmo se distanciou da sua essência e aos poucos se perdeu no abismo da dependência. O que vês? Consegue se definir, consegue ao menos se ver?
Não busque nos outros o que já mora em você.
Liberte-se do medo, da amarga caça ao perfeito. Nunca seremos.
Não carregue esse peso no peito, feito armadura de guerra.
Você é bela, e essa luta já está vencida.
Basta olhar com os seus próprios olhos, a vida.

Psiu: Tinha um seculo que não abria meus e-mail.... e thãm..thãm..... isso tudo foi um amigo meu que me enviou.....srsrs tava precisando mesmo " vergonhaaaa....."""""
( risos)!! Bjs a todos !!

4 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Acabei de fazer um post sobre isso, chama-se "incoerências". No fundo, somos todos tão incoerentes com relação a tudo, porque somos apenas, e sempre, SERES HUMANOS!

Beijos!

Igor Bayma disse...

acompanhando...

Dama de Cinzas disse...

Muito bom! Somo tudo isso e não gostamos de ver!

Beijocas

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, eu ia perguntar se era para ti, ou motivado em resposta a um terceiro...

Fique com Deus, menina Senhorita Elis.
Um abraço.